13
Out 08

 
 

A importância da filosofia na formação integral do ser humano tem seu reconhecimento na LDB, no artigo 35, inciso III no "aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico". E também é reforçado no artigo 36, parágrafo 1º, inciso III quando decreta a necessidade do "domínio dos conhecimentos de filosofia e de sociologia necessários ao exercício da cidadania". Portanto, a LDB equipara a filosofia às demais disciplinas, favorecendo sua inclusão em toda rede de ensino. Parece não haver dúvida de que os conteúdos filosóficos são fundamentais para a formação humanística do aluno.
Algumas universidades, em defesa da filosofia e de uma melhor qualidade no ensino têm adotado a disciplina em seus programas de vestibular. Entre elas, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e a Universidade Estadual de Londrina (UEL). A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Federal do Paraná (UFPR) ainda não incluíram a disciplina de filosofia em seus programas, mas estão em processo de discussão. A inclusão da filosofia nos vestibulares provocará mudanças significativas na vida cultural dos estudantes de ensino médio e na formação de cidadãos mais aptos para o exercício da cidadania.
A filosofia é, com certeza, a disciplina que ensina a "pensar melhor". Tem um papel fundamental com o pensar em geral, e nos prepara para pensar as outras disciplinas. Não se trata de defender a superioridade hierárquica da filosofia, mas de mostrar que ela é tão importante quanto a Matemática, a Física, a Biologia, a História, a Geografia, a Química etc. A filosofia é importante como uma disciplina isolada e também como projeto interdisciplinar perpassando todas as disciplinas. Nesse sentido, é fundamental a inclusão da filosofia ao conjunto das disciplinas que, tradicionalmente, compõe a grade curricular do ensino médio.
Nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, e mais recentemente Minas Gerais a Filosofia no Ensino Médio, por legislação estadual, é obrigatória. E as experiências têm sido muito positivas no aproveitamento dos estudos dos alunos no ensino médio, e na preparação para o ingresso na Universidade.
Há, no entanto, uma questão que muita gente formula de imediato quando ouve falar de filosofia: qual a utilidade da filosofia? A filosofia exerce influência até mesmo sobre quem nunca ouviu falar nela, através de sermões, da literatura, dos jornais e da tradição oral, afetando assim toda a perspectiva geral do ser humano. No âmbito da política, a influência das concepções filosóficas tem sido expressiva. Admite-se que as idéias de Rousseau tenham sido decisivas para a Revolução Francesa de 1789. Torna-se, portanto, imperativo abandonar a afirmação de que a filosofia é destituída de valor, pois ao influenciar favoravelmente a política, pode gerar mudanças importantes para o ser humano. A ciência, em grande parte, introduzida pelos filósofos embora não possa substituir a filosofia, suscita problemas filosóficos. Pois nenhum laboratório científico pode demonstrar em que sentido os homens têm uma alma, se o universo tem ou não um propósito, e em que sentido, somos livres, e assim por diante. A concepção "mecanicista" do universo, que caracterizou a ciência durante os últimos três séculos, é derivada principalmente da filosofia de Descartes. Serviço inestimável presta a filosofia ao estimular um julgamento imparcial considerando-se todas as facetas de uma questão, e na idéia que ela oferece do que seja a evidência e de que devemos buscar ou esperar de uma prova. Para Sócrates, a vida sem questionamento é um desperdício e o homem deve buscar conhecer a si mesmo. Papel fundamental tem o professor de filosofia no processo de ensino aprendizagem dessa disciplina. Partindo de questões triviais" o estudante deve ser estimulado a organizar suas idéias e expressá-las de forma coerente e autônoma, num exercício que lhe permitirá maior lucidez diante de si e do mundo. Isto não o tornará um filósofo, que não é o objetivo da disciplina no Ensino Médio, mas o aproximará desse universo rico e fecundo da indagação filosófica e contribuirá para o desenvolvimento do raciocínio crítico e analítico em outras áreas de conhecimento que pertencem aos outros componentes curriculares". (Filosofia e Vida - vol. I).
Profa. Gizelda Bassi
 
publicado por encontromarcado às 23:54

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO